Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Plano de Custeio

A tabela abaixo contém as taxas totais de custeio do plano sobre o Salário de Participação do Participante Patrocinado (participante + patrocinador – alíquota de contribuição básica de 7,5% cada) para 2017:

100,00% Contribuição de 15%
Reserva de Aposentadoria 93,50% 14,02%
Taxa de Carregamento 6,50% 0,98%

Se o participante optar por constituir a Reserva de Longevidade, a qualquer tempo, e/ou custear a Cobertura Adicional, quando esta opção estiver disponível (o que depende da futura contratação de uma companhia seguradora pela RS-Prev, conforme os arts. 20 e 21 do regulamento do plano de benefícios), as taxas de custeio da contribuição básica serão conforme demonstrado abaixo:

100,00% Contribuição de 15%
Reserva de Aposentadoria 80,16% 12,02%
Reserva de Longevidade 6,67% 1,00%
Cobertura Adicional 6,67% 1,00%
Taxa de Carregamento 6,50% 0,98%

O participante que quiser destinar valores superiores aos da contribuição básica à Reserva de Aposentadoria, à Reserva de Longevidade e/ou à Cobertura Adicional, poderá fazê-lo via contribuição facultativa, sem contrapartida do patrocinador. Sobre a contribuição facultativa também incide a taxa de carregamento de 6,5%. Como ressaltado, a Cobertura Adicional ainda não está disponível na RS-Prev.

Ao assistido, participante ou beneficiário em gozo de benefício, o valor da taxa de carregamento é de 0,5% sobre o valor do benefício. Já para o participante que optar pelo instituto do BPD na ocasião de rompimento de seu vínculo funcional com o Estado, a taxa de carregamento corresponderá a 0,5% sobre sua última contribuição.

A RS-Prev cobra taxa de administração?

Não há cobrança da taxa de administração, mas apenas da taxa de carregamento de 6,5%.

Qual a diferença entre taxa de carregamento e taxa de administração?

Taxa de Carregamento é o percentual incidente sobre as contribuições mensais do participante e do patrocinador vertidas ao Plano RS-Futuro e sobre os benefícios previstos no Regulamento.

Taxa de Administração é o percentual incidente sobre o montante dos recursos garantidores do Plano, inclusive sobre o saldo acumulado nas contas de natureza individual.

A Resolução CGPC n° 29, de 31 de agosto de 2009, dispõe sobre os critérios e limites para custeio das despesas administrativas pelas entidades fechadas de previdência complementar.

Exemplo Comparativo

Veja como a diferença entre as contribuições administrativas pode impactar a sua reserva final. Consideramos neste exemplo, contribuições mensais – participante e patrocinador - no valor de R$ 750,00 cada, sem crescimento salarial, incluídas contribuições sobre o 13º salário, rentabilidade de 4,5% a.a., e prazo de acumulação de 20 anos.

Plano A: Taxa de carregamento: 6,5% e Taxa de administração: 0,0%.

Plano B: Taxa de carregamento: 0,0% e Taxa de administração: 0,7%.

Reserva acumulada
Reserva acumulada
Contribuições administrativas
Contribuições administrativas
RS-Prev